Mostrando postagens com marcador Sete dores de Nossa senhora. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Sete dores de Nossa senhora. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 28 de março de 2013

Sétima Dor – Maria deposita Jesus no Sepulcro


Os discípulos tiraram o corpo de Jesus e o  envolveram em faixas de linho com aromas, conforme é costume de sepultar os judeus. Havia um jardim perto do local onde fora crucificado e no jardim um sepulcro novo
onde ninguém ainda fora depositado. Foi ali que puseram Jesus. (Jo 19,40-42)

D:Ao depositar o Filho no sepulcro, Maria espera a realização da Palavra de seu Filho.Virgem Maria, por esta imensa dor, tende piedade dos corações despedaçados, dos doentes, dos agonizantes, dos perseguidos, de todos os que sofrem. Auxiliai-os! Tende piedade das almas do Purgatório. Tende piedade da nossa Pátria. Fazei florescer no Mundo as vocações sacerdotais e religiosas, as vocações de apóstolos, para dar Cristo às almas e assegurar o Reino de Deus.

Um Pai nosso e sete Ave Marias

Oração: Deus Nosso Pai, a Virgem Maria acompanhou o Seu Filho à sepultura. Suplicantes, Vos pedimos, que a exemplo da Virgem das Dores, caminhemos lado a lado com os que sofrem, para criarmos com eles uma aliança de amor, que os conduza à glória na ressurreição. Por
Cristo, Nosso Senhor. Amém!
D: Salve, ó Mãe dolorosa, amparo dos filhos amados.
T:Dai-nos, pelas vossas dores, a dor dos nossos pecados.

CANTO- Oh, que dor mais cruciante, que suprema solidão! /ao levarem-No ao sepulcro, invadiu-me o coração! (bis)

quarta-feira, 27 de março de 2013

Sexta Dor – Maria recebe Jesus descido da cruz


Chegada a tarde, porque era o dia da preparação, isto é, a véspera de sábado, veio José de Arimatéia, um membro ilustre do tribunal dos judeus, entrou decidido na casa de Pilatos e pediu o corpo de Jesus. Pilatos ficou admirado que ele já houvesse morrido. Mandou chamar o oficial e perguntou se Jesus já estava morto. Informado pelo oficial, deu o corpo a José, que retirou o corpo da Cruz, envolveu-o num lençol de linho e o depositou num túmulo escavado na rocha. Em seguida, rolou uma pedra sobre a entrada. (Mc 15,43-46)

D: O sofrimento do Filho chega ao fim, mas a dor da mãe continua. Quanto pavor quando o soldado enterrou a lança no Coração de Jesus. Seu Coração maternal sentiu o golpe e, ao mesmo tempo, todos os golpes da lança dos nossos pecados, das nossas indiferenças e das nossas ingratidões; todos os golpes da lança do ódio, das heresias, dos erros... Recebendo seu Filho morto, permanece calada, paciente e firme na fé. Mãe Dolorosa, por esta dor cruciante, obtende-nos a generosidade para responder sempre SIM, segundo o vosso exemplo, aos chamamentos do Coração transpassado de Jesus. Coração Doloroso de Maria, nós queremos consolar-vos, amando Jesus, permanecendo-Lhe fiéis, e trazendo muitas almas ao seu amor. Obtende-nos esta graça e fazei-nos apóstolos do Vosso Reino

Um Pai nosso e sete Ave Marias
Oração: Deus Nosso Pai, estando “tudo consumado”, o corpo do Vosso Filho foi descido da cruz e entregue nos abraços de Maria, Sua Mãe. Suplicantes, Vos pedimos que a exemplo da Virgem das Dores, tenhamos os braços sempre abertos para acolher os sofrimentos da vida. Por Cristo, Nosso Senhor. Amém!

D: Salve, ó Mãe dolorosa, amparo dos filhos amados.
T:Dai-nos, pelas vossas dores, a dor dos nossos pecados.

CANTO- Contemplai meu sofrimento, minha angústia ao pé da Cruz:/pela lança transpassado, vi meu Filho, o meu Jesus! (bis).

terça-feira, 26 de março de 2013

Quinta Dor – Maria aos pés da cruz de Jesus



Junto à cruz de Jesus estavam de pé Sua Mãe, a irmã de Sua Mãe, Maria de Cléofas e Maria Madalena. Vendo a Mãe e perto dela o discípulo a quem amava, disse Jesus para a Mãe: “Mulher, eis aí teu filho!” Depois disse para o discípulo: “ Eis aí a tua Mãe”.

D: Jesus é pregado na cruz. Sua Mãe estava ao lado, e quão profunda não era a sua dor? Sofre, mas não se desespera, permanece meditando tudo em seu coração. Coração de Maria, despedaçado pela dor no Calvário, fazei-nos sentir todo o horror, toda a fealdade do pecado; dai-nos uma fidelidade sem desfalecimentos à graça divina. Oferecei o Salvador crucificado para salvar o Mundo desnorteado.

Um Pai nosso e sete Ave Marias

Oração: Deus Nosso Pai, ao pé da cruz unistes a Virgem Maria aos sofrimentos do Vosso Filho, fazendo-a co-redentora da humanidade. Suplicantes, Vos pedimos, que a exemplo da Virgem das Dores, saibamos colocar-nos aos pés das infinitas cruzes de nossos irmãos e irmãs, para levar-lhes conforto e esperança . Por Cristo, Nosso Senhor. Amém!

D: Salve, ó Mãe dolorosa, amparo dos filhos amados.
T:Dai-nos, pelas vossas dores, a dor dos nossos pecados.

CANTO- Mas, ó céus, ó terra, vede! Dor maior não pode haver: / vendo a morte do meu Filho, foi milagre eu não morrer! (bis).