Mostrando postagens com marcador Imagem Peregrina. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Imagem Peregrina. Mostrar todas as postagens

sábado, 11 de outubro de 2014

CONSAGRAÇÃO A NOSSA SENHORA APARECIDA PADROEIRA DO BRASIL



Rezemos pela nossa Pátria, à Virgem Aparecida, pelo destino da Nação, pelos seus futuros Governantes e pelo aumento da fé, esperança e caridade de todos os católicos brasileiros

Ó Maria Imaculada, Senhora da Conceição Aparecida, aqui tendes, prostrado diante de vossa milagrosa imagem, o Brasil, que vem de novo consagrar-se à vossa maternal proteção. Escolhemo-vos por especial Padroeira e Advogada da nossa Pátria; queremos que ela seja inteiramente vossa: vossa é a sua natureza sem par; vossas são as suas riquezas; vossos, são os campos e as montanhas, os vales e os rios; vossa é a sociedade; vossos são os lares e seus habitantes, com seus corações e tudo o que eles têm e possuem; vosso é, enfim, todo o Brasil. Sim, ó Senhora Aparecida, o Brasil é vosso!

Por vossa intercessão temos recebido todos os bens das mãos de Deus, e todos os bens esperamos receber, ainda e sempre, por vossa intercessão. Abençoai, pois, o Brasil que Vos ama; abençoai o Brasil que Vos agradece; abençoai, defendei, salvai o vosso Brasil!

Protegei a Santa Igreja; preservai a nossa Fé, defendei o Santo Padre; assisti os nossos Bispos; santificai o nosso Clero; socorrei as nossas famílias; amparai o nosso povo; esclarecei o nosso governo; guiai a nossa gente no caminho do Céu e da felicidade! Ó Senhora da Conceição Aparecida, lembrai-Vos de que nós somos e queremos ser vossos vassalos e súditos fiéis. Mas lembrai-vos também de que nós somos e queremos ser vossos filhos. Mostrai, pois, ante o Céu e a Terra, que sois a padroeira poderosa do Brasil e a Mãe querida de todo o povo brasileiro!

Sim, ó Rainha do Brasil, ó Mãe de todos os brasileiros, venha sempre mais a nós o vosso reino de amor e, por vossa mediação, venha a nossa Pátria o reino de Jesus Cristo, vosso Filho e Senhor Nosso. Amém.

Ó Senhora Aparecida, Mãe querida, tenho tanta confiança em Vós, que espero a vossa proteção e vosso amparo em todos os passos de minha vida e na hora da morte. Amém.


sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Nossa Senhora de Guadalupe, uma grande aliada dos exorcistas


Após sua invocação durante um exorcismo, o demônio respondeu violentamente


"Nossa Senhora de Guadalupe causa muito dano ao demônio", foi o que afirmou o Padre Sante Babolin, sacerdote exorcista da Diocese de Pádua (Itália), que participou na semana passada de um seminário para sacerdotes exorcistas realizado pela Pontifícia Universidade do México na capital do país latino-americano. O Padre Babolin, que foi entrevistado pelo Semanário Católico 'Desde la Fé', contou como Nossa Senhora de Guadalupe "é uma arma contra o demônio".

Tal como narra o semanário mexicano, o sacerdote atendia em sua Diocese o caso de um jovem com uma possessão demoníaca. Ao iniciar o ritual do exorcismo o Padre Babolin sentiu a necessidade de invocar Nossa Senhora de Guadalupe, por quem tem grande devoção: "Nossa Senhora de Guadalupe, Rainha de Tepeyac, libertai-o", disse então o exorcista. Diante disso o demônio lhe respondeu de maneira violenta: "Antes dEla, tudo isto era meu lá", referindo-se ao México. Nesse momento, pensando em Tonanzin, deusa terra da antiga mitologia mexicana, o exorcista fez outra invocação: "Nossa Senhora de Guadalupe, tu que destruístes o império de Tonanzin (...)", ao que de imediato respondeu fortemente o demônio: "Coatlicue", que significa na tal mitologia, serpente.

Ao terminar o rito, o Padre Babolin lhe perguntou ao jovem se conhecia o México e sua história pedindo-lhe que pronunciasse a palavra 'Coatlicue', mas foi evidente que não sabia nada de culturas pré-hispânicas e menos do México.

O sacerdote exorcista narrou este episódio para deixar em evidência que invocar a Mãe de Deus durante um exorcismo molesta muito ao demônio, em especial algumas invocações marianas, como Nossa Senhora de Guadalupe. De acordo com o Padre Babolin, a Virgem causa grande dano ao maligno porque ela expressa ternura maternal construindo tudo com amor e não com temor; além disso, "sua imagem de Mãe exalta a família, unida pelo espírito maternal, que oferece amor aos pais e aos filhos; e este mesmo espírito maternal -referindo-se especificamente na Guadalupana- trabalha a fim de que todo o povo mexicanos atue em uma fraternidade humana. Tudo isso molesta ao demônio".

"Por este motivo -continuou o sacerdote-, desde o princípio de meu ministério do exorcismo, invoquei a Nossa Senhora de Guadalupe, às vezes chamando-a Santa Maria, Mãe de Deus, Nossa Senhora de Guadalupe, Mãe da Misericórdia".

O triunfo da Mãe do Filho de Deus sobre satanás

O Papa João Paulo II, ao referir-se a Imaculada Conceição, faz precisamente referência ao triunfo da Virgem Maria, Mãe do Filho de Deus, sobre satanás: "O Filho de Maria obteve a vitória definitiva sobre Satanás e fez beneficiária antecipadamente a sua Mãe, preservando-a do pecado. Como consequência, o Filho lhe concedeu o poder de resistir ao demônio, realizando assim no mistério da Imaculada Conceição o mais notável efeito de sua obra redentora (...) O apelativo cheia de graça e o Proto-Evangelho, ao atrair nossa atenção até a santidade especial de Maria e até o fato de que foi completamente liberada do influxo de Satanás, nos fazem intuir no privilégio único concedido a Maria pelo Senhor o início de uma nova ordem, que é fruto da amizade com Deus e que implica, em consequência, uma inimizade profunda entre a serpente e os homens".
Fonte: http://www.aleteia.org/pt/religiao/conteudo-agregado/nossa-senhora-de-guadalupe-uma-grande-aliada-dos-exorcistas-5784876804472832

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

NOSSA SENHORA: INTERCESSORA POR EXCELÊNCIA

Texto do Prof. Hermes Rodrigues Nery, por ocasião do nosso primeiro aniversário de Fundação.

Caríssimos amigos, irmãos em Cristo

Com alegria celebramos hoje um ano de atividades da Congregação Mariana Nossa Auxiliadora e S. José, vencidas as primeiras dificuldades e desafios, os congregados já demonstraram compreender o sentido da pedagogia de Deus, que sabe quem é d'Ele a partir da fidelidade dos que se mantém perseverantes no amor e no temor a Deus, mesmo diante de contrariedades, sabe confiar n'Aquele é a Suma Providência, e que nos dá a força, pela súplica da oração, e nos torna dóceis ao Espírito Santo, quando confiamos não em nós, mas n'Aquele que nos chama para missão evangelizadora. Daí ser preciso sempre, enquanto estamos aqui, neste vale de lágrimas (como rezamos na Salve Rainha), à espera da ação providencial de Deus, ação salvífica, confiantes, certos de que a mão de Deus emerge para as consolações necessárias, e preparação para a destinação definitiva de todos, que é o céu. A mão segura de deus que nos eleva, que nos purifica, refrigério nos momentos de deserto e de cruz, a mão que acolhe, o coração que ama, e que não desampara, que vem em nosso socorro sempre, quando requeremos os auxílios, "senhor, salva-nos outra vez!", conscientes do que, muitas vezes, no mistério desta pedagogia de amor, é preciso saber, com diz os Salmos, sofrer as demoras de Deus. Mas Deus não tarda, Sabemos disso, pela própria história da salvação.
Mas para que esta perseverança, efetiva frutos edificantes, faz-se necessário, e aí é que está a sabedoria católica, que reconhece todos os auxílios do verdadeiro crescimento espiritual, para o bem integral da pessoa humana, com inteireza, quando compreendemos que - prova maior do amor de Deus para conosco, como Pai, é que Ele quis que tivéssemos uma Mãe a quem recorrer, que é Nossa Senhora, Senhora da nossa vida, Mãe intercessora por excelência. A Virgem maria Santíssima é aquela que chega primeiro que todos a Deus, e por Ela é possível alcançar o enternecimento de Deus, capaz de atender as nossas preces, quando visam verdadeiramente a nossa salvação, pois que é por Ela que podemos obter as melhores bençãos e graças de Deus, pois que Ela é quem deu o primeiro assentimento pelo qual foi possível a encarnação do Verbo, como quis Deus, para fazer-se Homem e assumir de modo mais efetivo o protagonismo da História, para oferecer de modo mais eficaz a salvação para todos. E para que haja salvação, a felicidade plena no céu, como quer Deus para todas as criaturas que Ele criou, Maria - como diz São Luís Maria Grignion de Monfort, "é necessárias aos homens para a salvação". (p. 39), porque é tudo o que mais precisamos, mais do que quaisquer segurança material neste mundo (pois não é nelas que devemos depositar a nossa confiança, apesar delas serem meios legítimos, muitas vezes), mas não fins, pois o fim, a destinação final (que é sempre uma apuração), é o céu. E para lá estarmos temos que nos livrar no mal, como pedimos no final do Pai Nosso, na oração ensinada por Jesus Cristo, e é isso que significar "salvar" (como explica João Paulo II, salva é livrar-se mal. E não conseguimos isso por nossa própria conta, com nossa próprias forças mas somente pela graça de Deus, e para alcançar essa graça, Nossa Senhora, a Virgem Maria Santíssima, nossa Mãe, é aquela quem Deus mais cumulou de privilégios para como mãe, ouvir os apelos dos filhos, e assim fazer chegar ao coração de Deus, as necessidades daqueles que o amam e o temem, verdadeiramente. Por Maria, não há como chegar a deus nenhuma dissimulação, por isso, quando a Mãe pede, o pai atende. E isso aconteceu, de modo esplêndido, como todos sabem, no primeiro milagre realizado por Jesus, nas Bodas de Caná.
Aquele episódio expressa de modo perfeito, a missão de Maria como intercessora por excelência. Acabado o vinho, em meio à festa de bodas, foram procurar primeiro Maria, a ela recorreram, dizendo: "Acabou o vinho". E então, ela se dirigiu ao Filho e solicitou a Sua providência, mesmo não sendo ainda a hora, mas diante do pedido da Mãe, o Filho fez a hora acontecer, daí o milagre, e como todos sabem,, a água foi transformada no melhor dos vinhos, para a alegria dos noivos e de todos os convidados. 

A missão de Maria, como narras os Evangelhos, foi também confirmar a fé dos primeiros apóstolos, estando junto com eles, quando estavam angustiados e aflitos, sem saber o que fazer, principalmente, mesmo depois da Ressurreição, sem saber como dar conta da missão que o mestre confiou a cada um deles, e então, algo notável, está marai junto aos apóstolos em Pentecostes, para com a sua presença, avivar a fé deles, dar a força e o testemunho necessários, para que se formassem as primeiras comunidades, junto a Maria.


Por isso, que hoje, de modo muito mais intenso, quando vivemos novamente aquele não saber o que fazer para dar as respostas certas ás exigências do nosso tempo, de tantos questionamentos e desafios, e hostilidades e até infidelidades de muitos no seio da Igreja, quando parece que voltamos novamente àquela barca em meio á tempestade e como os apóstolos, rogamos; "Senhor, salva-nos outra vez!. É então que, mais uma vez, percebemos a presença de Maria, vejam, as aparições marianas, os dogmas marianos declarados pelos papas, nos séculos XIX e XX, as devoções marianas que crescem, aquilo que foi uma das marcas do pontificado do Beato João Paulo II, em seu próprio brasão pontifícios ele fez que estão de escrever: Totus tuus, as mensagens, de modo especial a de Fátima, enfim, quando a mulher em nosso tempo se torna objeto e é facilmente manipulada pela sociedade de consumo, vulnerável aos escapismo da pós-modernidade, quando a família está atacada por todos os lados, quando forças culturais atentam contra a dignidade da mulher, principalmente, contra o valor e o sentido da maternidade, e até o sentido unitivo da família, do valor do matrimônio como sacramento, etc., em meio a tudo isso, o que vemos? Crescer a presença de maria entre nós. E como se faz necessário ampliar a sua devoção, pois que sabemos que ela é a mediadora por excelência, e quando dissemos: "senhor, salva-nos outra vez!", é a ela quem devemos intensificar tal pedido, por isso amplia-se a devoção da oração do rosário, do terço, devoção tão popular entre os brasileiros, pois que assim, de modo muito especial, fazemos o que é preciso fazer, como destaca Monfort; "forçoso é dizer com os santos: De "Maria numquam satis!" isto é, Maria não foi ainda suficientemente louvada e exaltada, honrada, amada e servida. merece ainda muito maior louvor, respeito, amor e serviço." 

O fato é que não se chega ao Pai, sem o Filho, mas não se chega ao Filho sem a Mãe. As bodas de Caná explicitam de modo límpido esta suprema verdade.

Por isso, para encerrar esta breve palavra nesta data celebrativa de hoje, junto-me a vocês na alegria deste dia, porque sei que, como católicos, vocês se associam ao que propõe todos os santos, que reconhece o que acabamos de dizer. Louvar, exaltar e honrar a Mãe, agrada ao Pai. Sabemos que somente Ele deve ser adorado. Tenho a profunda convicção de que é pela devoção mariana, sincera, pelo amor à Maria, conseguiremos a conversão de muitos, e rogamos a ela, todos os os dias pela nossa conversão. Tenho a convicção de que com perseverança, os trabalhos da Congregação Nossa Senhora Auxiliadora, trará frutos de conversão, que é o que precisamos, o bom vinho de santidade que a Igreja precisa, e por Ela, pedimos e confiamos de que as práticas espirituais proposta pela Congregação: as orações cotidianas, o terço diário, os retiros espirituais, as peregrinações, etc. Que mais pessoas possam se somar a esta Congregação, com profundo amor mariano, para que Ela interceda especialmente pelo Brasil, para que nesta terra de Santa Cruz, prevaleça a fé católica, e os frutos espirituais que necessitamos, para o bem de todos.

Salve Maria



segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Fotos da Festa de Aniversário

Aconteceu no último domingo dia 16/02 a comemoração do nosso Primeiro aniversário de Fundação, estiveram presentes diversas Congregações de Nossa Diocese e muitos visitantes. As 16 horas foi celebrada a Santa Missa Pelo Rev. Pe José Henrique do Carmo e em seguida foi realizada a assembléia Festiva.
Homilia da Santa Missa feita por nosso Rev . Pe Diretor.



Consagração de 2 novos aspirantes


Início da Assembléia.


Coral do Santuário São Judas Tadeu da Diocese de Guarulhos

Contamos também com a presença do Prof. Hermes Rodrigues Nery.



Agradecimento ao Coral pela participação na Santa Missa e na Assembléia, o grupo foi presenteado com uma réplica da Imagem Peregrina de Nsra Auxiliadora.


sábado, 31 de agosto de 2013

Visita da Imagem Peregrina

Aconteceu nesta sexta-feira na Paróquia Ns de Lourdes, em São José dos Campos, uma reunião extraordinária da Federação das Congregações Marianas da Diocese, com a presença de vários Presidentes de diversas Congregações da Diocese. Nosso presidente esteve presente e com ele a Imagem Peregrina de Nossa Padroeira.
A imagem foi recebida pela Presidente da Federação e  permaneceu em posição de destaque em toda a reunião, ao final todos rezaram diante da imagem agradecendo a visita e invocando a proteção de Nossa Senhora Auxiliadora.
À esquerda o Sr. José Natal da Rocha, Presidente da Federação Diocesana